quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

They Are Billions


Este é, provavelmente, o jogo mais difícil que joguei em minha vida e, com certeza, o mais difícil desse ano, até agora.

Em “They Are Billions”, disponível para PC, através da Steam e ainda em Early Access, você encarna uma espécie de senhor feudal numa região devastada por zumbis e seu objetivo é manter a sua vila em pé por uma determinada quantidade de dias, sobrevivendo a invasões zumbis, desenvolvendo novas tecnologias, explorando recursos e criando defesas.


É um jogo de estratégia clássico, ambientado num cenário steampunk e com uma dificuldade absurda. Logo no início do jogo você pode fazer uma série de mudanças que irão diminuir ou aumentar a dificuldade, como o número de dias a serem resistidos e a gravidade da crise zumbi e eu já vou avisando, só venci o jogo com as configurações mais fáceis.

Ali em cima eu disse que você encarna uma espécie de senhor feudal, porque você não é o prefeito da cidade, muito pelo contrário, conforme sua população vai crescendo, eleições ocorrem para a eleição de um prefeito, você é só uma pessoa muito rica que consegue manter uma vila inteira sob o seu comando. Os prefeitos nada mais dão do que alguns bônus para a sua jogatina, como prédios que podem ser construídos sem gastar recursos e novas unidades de defesa da sua vila.

O jogo contém uma grande variedade de recursos e tecnologias a serem desenvolvidas, que devem ser exploradas de forma rápida, pois as invasões zumbis são imperdoáveis, mas talvez pelo fato de ainda estar em Early Access, falte algumas coisas no jogo que facilitam a sua vitória, que depende de sorte aliada a estratégia. Se você não cair num terreno bom, você não vai conseguir conquistar a vitória.

Além disso, ele oferece a função de parar o tempo, algo que você irá usar muito em sua jogatina, já que o game exige diversas ações sendo executadas ao mesmo tempo, o que aumenta a dificuldade, te forçando a pensar em diversas estratégias para avançar no game.

Nos aspectos técnicos o jogo também surpreende. Tinha tudo para ser um game com gráficos fracos, mas eles são muito bons, na verdade, com personagens e prédios bem detalhados e o próprio site diz que os gráficos tem suporte a 4K (mas quem de nós tem acesso a um monitor 4K?). O áudio também foi bem cuidado, nota-se um efeito bem interessante, cujos sons de prédios e personagens só é audível quando você foca neles ou os seleciona. Os personagens também falam.

Enfim, “They Are Billions” é um ótimo jogo de estratégia e que, apesar de seus defeitos, ainda tem a chance de melhorar e se tornar um dos mais divertidos jogos de estratégia de todos.


quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Adventure Communist



Depois de jogar AdVenture Capitalist resolvi me aventurar pela sua contraparte, o Adventure Communist, jogo da mesma desenvolvedora, no entanto lançado anos depois do primeiro.


quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Podcast Locadora #55 - Soundtracks 3


   E o LocadoraTV traz de volta o seu jukebox favorito do mundo dos joguinhos. No programa de hoje, Belo, Bulma, Business Cat, Desgraça e Ken-Oh falam de suas músicas favoritas de 2017 e outras diversas faixas de seus amados jogos.

   Se preferir, baixe a versão em mp3
   Ou assine o nosso feed: http://feeds.feedburner.com/PodcastLocadoraTV

   Envie seu e-mail para: locadoratv@gmail.com

   Sobre o programa:

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Podcast Locadora #54 - Street Fighter Pt.2


   VOLTAMOS AO ENCONTRO DO MAIS FORTE! Nesse episódio, Belo, Ken-Oh e Desgraça, continuam falando sobre Street Fighter, dessa vez, falando sobre a série Alpha, III e IV.

   Se preferir, baixe a versão em mp3
   Ou assine o nosso feed: http://feeds.feedburner.com/PodcastLocadoraTV

   Envie seu e-mail para: locadoratv@gmail.com

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

AdVenture Capitalist



Esse jogo é antigo, mas só recentemente descobri o seu potencial escapista quando ele me foi muito útil para me distrair das provas de finais de semestre e me relaxar.


AdVenture Capitalist é um jogo clicker que te coloca no papel de um investidor de risco, ou seja, o cara que coloca dinheiro na empresa e está apenas interessado no retorno financeiro desse dinheiro, sem se ocupar das funções administrativas e outros detalhes que mais dão dor de cabeça do que retorno financeiro. Você começa investindo numa “empresa de limões” e a cada clique em cima dos limões, você ganha mais dinheiro. Com uma quantidade ideal, pode contratar um gerente para clicar nos limões para você, automatizando o processo de ganhar dinheiro e assim você progride no jogo, ganhando cada vez mais dinheiro, comprando novas empresas e contratando novos gerentes. Com as novas atualizações, nem o céu é um limite, pois você pode investir até fora da Terra.

O jogo é muito interessante ao trazer de forma criativa a realidade dos investidores de risco, adaptando nomenclaturas próprias da profissão para o game, como o próprio nome: investidor de risco é “venture capitalist” em inglês. Também temos o exemplo dos anjos, adaptando a função do investidor anjo ao universo do jogo.

Como um clicker, ele se torna enfadonho logo, mas a função dos gerentes mantém a longevidade do game, pois você não tem que ficar clicando num botão até o seu dedo cair pra avançar nele. A constituição do game, com muitas coisas para fazer, também mantém a jogatina ativa por muitas semanas. Infelizmente, quanto mais você avança, mais difícil vão ficando os objetivos e aí você tem que ficar com o jogo fechado por algumas horas antes de continuar sua progressão no game (nada que uma noite de sono com o celular carregando não resolva).

O jogo segue um estilo minimalista, com poucas telas e nenhuma delas apresenta animações de destaque, ainda assim consegue ser um jogo bonito, com desenhos cartunescos, coloridos e bonitos, mostrando o seu personagem avançando no game. Há poucas formas de customização, mas sua falta não chega a incomodar, pois o objetivo principal é avançar na obtenção de empresas mesmo.

Enfim, AdVenture Capitalist é um jogo que consegue se manter ativo, mesmo após anos do seu lançamento, muito divertido, simples e elaborado de forma que sua jogatina não se torne excessivamente enfadonha.


sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Fita de Ouro 2017

   É com grande honra que venho por meio deste post divulgar os grandes vencedores da Fita de Ouro do Troféu Locadora de 2017.


terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Troféu Locadora 2017



   Chegou a hora do primeiro Troféu Locadora que dará a "Fita de Ouro" para os melhores (ou piores) jogos de cada uma das categorias selecionadas por nossos especialistas. E sabe quem vai escolher o vencedor? São vocês! Vote aqui em baixo nas categorias mais inusitadas que conseguimos pensar.